Óleo secante ou extra brilho? O que é melhor?

Depois de todo o procedimento de cutilagem, uso da lixa e aplicação da base protetora, vem o dilema: qual cor de esmalte escolher? Mas essa não deve ser a única preocupação. A finalização da esmaltação é tão importante quanto as demais etapas.

Atendendo a pedidos, hoje vamos fazer um comparativo e descobrir o que é melhor na finalização: óleo secante ou extra brilho. Esses produtinhos fazem toda a diferença e você precisa entender bem qual é a função de cada um deles.

Fique de olho nos próximos tópicos e tire suas dúvidas. Você saberá tudo sobre como o óleo secante ou extra brilho podem influenciar no resultado final do seu trabalho. Quer ver só?

VEJA TAMBÉM: Clientes não voltam mais ao salão? Saiba o que fazer


Como o extra brilho funciona

extra brilho oleo secante

O primeiro passo para diferenciar óleo secante ou extra brilho é saber qual deles é mais essencial. Sem sombra de dúvidas, o extra brilho ganha essa disputa.

O produto dá acabamento à esmaltação, aumentando o brilho do esmalte escolhido e realçando a cor. Sua cobertura incolor não interfere no tom do esmalte, ele apenas destaca a unha com uma película brilhosa e que ajuda a manter o esmalte por mais tempo.

Só não é recomendada a base extra brilho no caso de acabamentos mate. Isso porque, obviamente, ele tiraria o efeito opaco da unha.

Hoje em dia, o extra brilho tem recebido diferentes nomenclaturas, mas elas basicamente significam a mesma coisa. Confira:

  • Base extra brilho: produto voltado especificamente para esmaltações com efeito brilhante, ideal para acabar com a opacidade;
  • Top Coat: ele tem a mesma função do extra brilho, embora haja versões específicas para acabamento mate. É indicado quando surgem bolhas, pois ajuda a uniformizar a textura da esmaltação;
  • Intensificador de cor: novamente, o efeito é o mesmo da base extra brilho. No entanto, as fórmulas são de alta performance e prometem um super brilho, além conferirem uma tonalidade mais intensa para o esmalte que foi aplicado anteriormente.

Terminada essa diferenciação entre coberturas, vamos ver a diferença entre o óleo secante ou extra brilho.


Como o óleo secante funciona

O óleo secante é um produto criado para ajudar a proteger a esmaltação, especialmente logo quando a cliente sai do salão de beleza. Ele ajuda a evitar que poeira ou que pequenos esbarrões estraguem o seu trabalho.

Apesar do nome, ele não seca a unha mais rápido. De nada adianta passar uma camada muito grossa, pois isso pode prejudicar a emaltação prévia. Sua função se restringe a pequenos acidentes apenas.

A cobertura do óleo secante é transparente, mas dependendo da apresentação do produto pode variar. Observe:

  • Óleo secante convencional: ele vem como um esmalte, com uma textura bastante oleosa e que escorre facilmente para as cutículas ou pontas dos dedos. Por um lado, isso é bom para hidratar a pele. Mas por outro, algumas clientes acham desconfortável sair com as mãos besuntadas de óleo do salão. O produto costuma sair em uma ou mais lavagens.

 

  • Secante em spray: outra opção bastante popular no mercado é o secante em spray. Ele é bastante fácil e rápido de aplicar, o que facilita bastante o trabalho da manicure. Além do mais, a sensação de refrescância nas mãos e o perfume são bons atrativos. Alguns são oleosos, mas a maioria deixa uma leve camada mate por alguns minutos. Explique isso para a cliente e diga que em algumas lavagens cobertura extra brilho do esmalte voltará ao normal.

VEJA TAMBÉM: Dicas para manicure: Saiba a importância de usar luvas

Essas foram as principais diferenças e recomendações sobre óleo secante ou extra brilho. Ambos podem ser seus aliados na finalização da esmaltação. Basta usar com cautela e na ordem correta.

Um abraço e até a próxima!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *