Clientes diabéticos na manicure: Cuidados especiais

Clientes diabéticos na manicure requerem cuidados especiais no momento de fazer suas unhas, isso porque os mesmos são pessoas que possuem uma doença que não permite que o doente tenha uma cicatrização rápida, sendo assim, os cuidados certamente devem ser redobrados.

Mesmo que seja uma ferida pequena ela pode se transformar em grandes problemas, isso porque uma simples retirada de cutícula malfeita acaba permitindo que a pessoa fique com feridas que demoram a curar. Sendo assim, se você é manicure precisa entender exatamente quais são os cuidados que devem ser tomados quando seu cliente é diabético!

Cuidados com clientes diabéticos na manicure

clientes diabeticos

Se você possui clientes diabéticos certamente deve saber que os mesmos possuem cuidados com a alimentação e até mesmo medicamentos, e as mulheres com essa doença devem realmente tomar algumas precauções para que isso não aconteça ao fazer as unhas.

Sendo assim, se você desconhece quais são as precauções então fique por aqui, iremos falar um pouco mais quais são os cuidados imprescindíveis que devem ser tomados com os clientes que possuem diabetes.

01. Procure evitar a remoção das cutículas

Saiba que a função da cutícula realmente é de proteger, sendo que a mesma realmente é capaz de ajudar a impedir que os fungos e bactérias acabem proliferando diretamente nesta parte do corpo.

VEJA TAMBÉM: Erros mais comuns ao fazer as unhas

Sendo assim, quando for fazer as unhas de seus clientes diabéticos, então o ideal é que empurre a cutícula e não retire a mesma com o alicate, além do mais, existem muitos produtos capazes de amolecer a pele por fim facilitando o trabalho.

Ao evitar os alicates você consegue evitar cortes na pele, sendo que em geral as pessoas acabam comentando com as manicures que possuem esse problema e as mesmas tomam todo o cuidado.

02. Procure tomar cuidado com a umidade

Saiba que os clientes diabéticos podem realmente apresentar uma menor sensibilidade nas extremidades do corpo, sendo que os mesmos não conseguem perceber com facilidade a presença de infecções, um exemplo disso são as micoses.

Sendo assim, é imprescindível tomar cuidado com a umidade presente nas mãos, pés e até mesmo nas unhas, sendo que a presença de água nessas partes especificas acabam ajudando a proliferação de fungos.

03. Faça uso do removedor e não da acetona

Certamente o ressecamento pode ser um problema enorme para aquelas pessoas que são diabéticas, sabidamente a acetona acaba acentuando o problema, desta maneira, prefira fazer uso do removedor na hora de tirar o esmalte das unhas da cliente.

Saiba que por ser menos agressivo esse produto é completamente adequado para limpar o esmalte, sendo que é importante destacar que quando esse produto for retirado não é legal deixar nenhum resíduo, porém, é um cuidado muito importante capaz de ajudar os clientes diabéticos.

04. Prefira lixar ao invés de cortar as unhas dos clientes diabéticos

Realmente lixar as unhas é mais recomendado do que as cortar, isso porque os clientes em questão possuem dificuldades na cicatrização. Desta maneira, os riscos de machucar ou contrair indicações acabam então diminuindo, além disso, uma outra dica é arredondar as laterais dessas unhas para evitar que as mesmas encravem.

Lembrando ainda que a lixa depois que for utilizada deve plenamente ser descartada, lembre-se que esse utensilio realmente é um transmissor de fungos e bactérias, sendo que esse é um perigo enorme para as unhas dos diabéticos.

05. Esterilize as ferramentas de trabalho

Todos os utensílios utilizados nos clientes diabéticos deve ser bem esterilizado, sendo que os mesmos devem ser mantidos limpos, nos salões em geral esses cuidados já são tomados pelas manicures e pedicures.

VEJA TAMBÉM: Esmaltação permanente: O que é, funciona?

Essas precauções acabam permitindo que as unhas fiquem bonitas e mais saudáveis, sendo que isso é o mais importante.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *